Dicas de Como Preparar Bolo Tsunami



Saiba aqui como fazer o Bolo Tsunami.

Com muitas tendências que são elaboradas com o tempo, a confeitaria segue padrões relacionados aos gostos da população em geral. Sempre inovando, criando novos tipos de bolos, os confeiteiros lançam novas opções de bolos para aqueles que estão cansados dos tradicionais e querem algo mais diferente e, às vezes, com resultados que impressionam.

Bolo churros, naked cake (o famoso bolo pelado), bolo vulcão, entre outros. Mas a moda agora não é nenhum desses bolos e sim o bolo tsunami, que apareceu nas mídias sociais em 2020.



O bolo tsunami consiste em muita cobertura e um efeito impactante. Embalado com um acetato e com a cobertura por cima do bolo, assim que o acetato é retirado, essa cobertura cai como se fosse uma cascata, criando um efeito tsunami no bolo.

Mas para isso, algumas dicas são fundamentais para que o seu bolo dê certo.



Massa

O ideal da massa é que ela seja amanteigada, para oferecer sustentação para a grande cobertura que está por vir e para o recheio, também presente nesse bolo. Massas amanteigadas são muito boas para se trabalhar com esculturas.

Recheio

Como o bolo tsunami não deve ficar na geladeira para manter a cremosidade da cobertura, o recheio deve ser pensado para não ser armazenado em locais frios. Um dos erros mais comuns em se preparar o bolo tsunami é colocar recheios aerados do tipo mousse, pois podem derreter em temperatura ambiente e a sustentação do bolo não será a mesma.

O importante é utilizar recheios mais firmes, como brigadeiros, beijinhos ou cremes do tipo creme belga. Lembrando que o recheio não é o protagonista nesse bolo maravilhoso, e sim a cobertura. Portanto, não exagere no recheio para não ficar enjoativo e utilize sabores suaves.

Leia também:  Receita de Bolo Samiam com Nozes

As frutas no recheio não são a opção ideal, pois liberam água e acabam fazendo com que o bolo quebre. O correto para se utilizar nesse bolo se a pessoa quiser um bolo com sabor de frutas, é utilizar geleias.

Cobertura – Tsunami

A cobertura é a protagonista nesse bolo. É a parte fundamental e sem ela não existe o tsunami. O ponto da cobertura é muito importante, para gerar o efeito cascata. O ideal é uma cobertura levemente encorpada e que não seja armazenada em temperaturas mais frias para não endurecer. Para se obter a consistência adequada, pode-se utilizar cremes a base de amido de milho ou, se o bolo for de chocolate, uma ganache. A ganache é feita a partir da mistura do chocolate derretido com o creme de leite, numa quantidade adequada para se obter uma consistência encorpada e um aspecto liso.

Caso a cobertura não tenha ficado cremosa o suficiente à temperatura ambiente, pode-se adicionar leite para controlar a densidade. Se precisar de mais consistência, leve ao fogo novamente por um tempo.

Segredo do Bolo

O segredo para o bolo tsunami é colocar a cobertura na hora da entrega ou na hora que for retirar o acetato que envolve o bolo. O bolo não deve ser armazenado em geladeira para não endurecer a cobertura.

Outro segredo é o tema do bolo. Caso seja um bolo infantil, pode-se abusar de confeitos e pedaços de chocolate, glitter comestível, corantes, o importante é a criatividade. Para bolos mais adultos, frutas secas ou castanhas são as opções ideais para decorar o bolo.

O bolo tsunami causa um efeito impactante quando o acetato é retirado. Para impressionar mais, pode-se polvilhar cacau ou leite em pó por cima da cobertura que, ao cair, vai causar um efeito maravilhoso.

Leia também:  Receita de Bolo para o Dia das Mães

Acetato

O acetato deve estar bem ajustado ao bolo e com uma sobra de pelo menos cinco centímetros para cima para se colocar a cobertura. Menos que isso seria pouca cobertura e o resultado não seria o mais impressionante.

Cuidado ao retirar o acetato, pois vai transbordar. Se o bolo estiver em um suporte que não tenha como segurar essa cobertura com uma borda, ela vai cair.

Aproveite o seu bolo tsunami e coma sem moderação essa delícia. O resultado irá te surpreender.

Richard Robert Guinther

Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *